Lamine Diack é julgado em Paris por corrupção e encobrimento de doping russo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O processo do ex-presidente do atletismo mundial, o senegalês Lamine Diack, julgado junto com seu filho, ausente, e quatro outros suspeitos envolvidos em um pacto de corrupção para encobrir os atletas russos dopados, começou nesta segunda-feira em Paris.

Em janeiro, esse julgamento foi adiado pela primeira vez e agora Diack, de 87 anos, comparece por corrupção ativa e passiva, quebra de confiança e lavagem de dinheiro e associação criminosa. Se condenado, poderá ser punido com uma pena de até dez anos de prisão.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.