Governo gasta mais de 900 mil dólares em testes

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O Governo angolano gastou 972 mil e 400 dólares norte-americanos na realização de 12 mil e 155 testes aos cidadãos suspeitos da covid-19, desde o inicio da testagem no país, em Março último, até à presente data.

Conforme a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, cada teste de covid-19 “não custa menos de 80 dólares norte-americanos”, sem adicionar os custos com a água, energia eléctrica, material informático e recursos humanos, elementos fundamentais para a testagem dos cidadãos.

Ao responder as questões dos jornalistas, em conferência de imprensa, a governante referiu que o preço de cada teste no sector público aproxima-se ao preço praticado nas clínicas privadas do país.

“Os cidadãos só sentem os custos do tratamento da covid-19 e de outras doenças quando recorrem às clínicas privadas, facto que permite perceber e reconhecer os esforços e investimentos que o Governo faz para assegurar a saúde pública”, afirmou.

Diante desse cenário, a ministra apelou aos cidadãos para reconhecer os esforços do Executivo para salvar a vida dos angolanos, que “não tem preço”.

Até ao momento, os laboratórios de testagem à covid-19 receberam um acumulado de 12 mil e 155 amostras, das quais 11 mil e 719 negativas, 92 positivas e 344 em processamento laboratorial.

Além disso, o país tem 785 pessoas em quarentena institucional, com Luanda a registar 458 cidadãos, enquanto os casos suspeitos cifram-se em 457 e os sob investigação em mil e 160.

Com o registo de mais um caso positivo, nas últimas 24 horas, Angola tem um total de 92 infectados, com quatro óbitos, 38 recuperados e 50 activos, entre os quais um paciente que está em cuidados especiais.

Do total de infectados, o país tem 30 casos positivos importados e 62 casos de transmissão local.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.