Índia regista recorde de infetados, quase dez mil num só dia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A Índia registou outro recorde de novos casos de coronavírus, mais de 9.800 nas últimas 24 horas, período em que se contabilizaram 270 mortes, informou hoje o Ministério da Saúde.

A Índia regista agora 226.770 casos e 6.348 mortes, na contagem desde o início da pandemia. O Ministério afirmou que a taxa global de recuperação de pacientes com coronavírus é de cerca de 48%.

O país registou igualmente um aumento de infeções nas áreas rurais, após o regresso de centenas de milhares de trabalhadores migrantes que deixaram cidades e vilas depois de perderem os seus empregos, devido ao confinamento nacional.

O confinamento de mais de dois meses está agora a ser amplamente aplicado apenas em áreas de alto risco, conhecidas como zonas de contenção.

O Governo restaurou parcialmente o transporte ferroviário e os voos domésticos, e permitiu a reabertura de lojas e manufaturas.

As empresas de comércio eletrónico começaram a entregar mercadorias, incluindo aquelas consideradas não essenciais, para locais fora das zonas de contenção.

O serviço de metropolitano, escolas e universidades, no entanto, permanecem fechadas em todo o país.

A nível global, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 389 mil mortos e infetou mais de 6,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 2,8 milhões de doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano passou a ser o que tem mais casos confirmados (mais de 3,1 milhões, contra mais de 2,2 milhões no continente europeu), embora com menos mortes (mais de 173 mil, contra mais de 181 mil).

Para combater a pandemia, os governos mandaram para casa 4,5 mil milhões de pessoas (mais de metade da população do planeta), paralisando setores inteiros da economia mundial, num “grande confinamento” que vários países já começaram a aliviar face à diminuição dos novos contágios.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.