Polícia desmantela cinco grupos de supostos marginais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Cinco grupos de marginais suspeitos da prática de crimes de associação de malfeitores, posse ilegal de arma de fogo, roubos qualificados, homicídios, assaltos à mão armada, foram desmantelados, nos últimos dias, pela Polícia Nacional na província do Huambo.

A informação foi prestada hoje, quarta-feira, em conferência de imprensa, pelo director do Gabinete de Comunicação Constitucional e Imprensa da Delegação local do Ministério do Interior Martinho Kavita Satito, ao apresentar o balaço das micro-operações realizadas, nos últimos 30 dias, pelos órgãos de defesa e segurança.

Disse tratar-se dos grupos “301”, “Staff”, “M23”, “Xica” e um outro sem denominação, perfazendo um total de 28 cidadãos, todos eles detidos em operações realizadas nos municípios do Huambo, Caála, Cachiungo, Bailundo, Ucuma e Londuimbali, onde actuavam.

Martinho Kavito Satito esclareceu que o desmantelado dos aludidos conjuntos resultou, além de micro-operações, de acções de buscas dirigidas, após denúncia da população.

Além destes, acrescentou o responsável, outros 92 cidadãos foram detidos no mesmo período, com idades entre os 15 aos 60 anos, por suposto envolvimento em diversos crimes, além da recuperação de sete motorizadas de marcas diversas, 10 armas de fogo, dois televisores, 10 botijas de gás de cozinha, nove cadeiras plásticas e demais meios, na sua maioria reclamados pelos proprietários.

Durante a apresentação dos dados, decorrida nas instalações do Serviço de Investigação Criminal (SIC), Martinho Kavita Satito manifestou a preocupação da instituição sobre a existência de arma de fogo na posse dos cidadãos civis, facto que tem contribuído na elevação do índice da criminalidade violenta.

Contudo, assegurou que as forças da ordem vão continuar a desenvolver as acções que visam permitir a redução do índice da criminalidade na província do Huambo, de modo a garantir a tranquilidade e a segurança dos cidadãos.

Vivem na província do Huambo, planalto central de Angola, dois milhões, 519 mil e 309 habitantes, distribuídos pelos municípios do Bailundo, Caála, Chicala-Cholohanga, Cachiungo, Chinjenje, Ecunha, Huambo, Londuimbali, Longonjo, Mungo e Ucuma, que perfazem uma extensão territorial de 35.771 quilómetros quadros.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.