Cabo Verde regista mais 25 casos em Santiago e ultrapassa os 500

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Cabo Verde registou hoje mais 25 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, dos quais 18 na Praia e sete em Santa Cruz, e aumentou o acumulado nacional para 502, desde 19 de março, anunciou o Governo.

Em comunicado, o Ministério da Saúde e da Segurança Social informou que o Laboratório de Virologia analisou 122 amostras referentes ao dia 03 de junho, dos quais 25 deram resultado positivo, sendo 18 na Praia e sete em Santa Cruz, todos na ilha de Santiago.

Os dados registados hoje representam o valor mais alto no país dos últimos 21 dias, quando a 14 de maio tinha diagnosticado também 25 casos num dia.

A cidade da Praia, capital cabo-verdiana, passou a ter um acumulado de 421, enquanto Santa Cruz passa a contabilizar 11 casos da doença.

Com estes novos 25 casos, Cabo Verde eleva o acumulado nacional, desde 19 de março, para 502, distribuídos pelas ilhas de Santiago (437), Boa Vista (56), São Vicente (04) e Sal (04). 

O Ministério da Saúde deu conta ainda de mais dois doentes recuperados, aumentando para 240.

Do total de casos registados, contabilizam-se ainda cinco óbitos e dois doentes foram transferidos, e o país tem neste momento 255 doentes internados nos isolamentos institucionais.

“Os doentes com infeção ativa continuam em isolamento e com evolução favorável”, sublinhou a nota, assinada pelo ministro da Saúde, Arlindo do Rosário.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 382 mil mortos e infetou mais de 6,4 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 2,7 milhões de doentes foram considerados curados.

Entre os países africanos que têm o português como língua oficial, a Guiné-Bissau lidera em número de infeções (1.339 casos e oito mortos), seguida da Guiné Equatorial (1.306 casos e 12 mortos), São Tomé e Príncipe (484 casos e 12 mortos), Cabo Verde (502 casos e cinco mortes), Moçambique (316 casos e dois mortos) e Angola (86 infetados e quatro mortos).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.