Número de mortos em África sobe para 4.493 em mais de 157 mil casos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O número de mortos em África devido à covid-19 subiu hoje para 4.493, mais 149, em mais de 157 mil casos, nos 54 países, segundo os dados mais recentes da pandemia no continente.

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número de mortos passou de 4.344 para 4.493 (+149), enquanto o de infetados subiu de 152.442 para 157.322 (+4.880).

Os mesmos dados referem que foi registada a recuperação de 67.007 doentes, mais 3.346 do que no dia anterior.

A região do continente mais afetada pelo novo coronavírus continua a ser o Norte de África, que passou as duas mil mortes (2.008), em 46.943 casos.

A África Austral é a segunda região com mais casos (38.217) e com 780 mortos, a maioria concentrada na África do Sul, o país com maior número de casos no continente (35.812) e o segundo com mais mortos (755).

A África Ocidental regista 751 mortos e 36.784 infeções, na África Oriental há 547 vítimas mortais e 18.353 casos, enquanto na África Central há 407 mortos em 17.025 casos.

O Egito é o país com mais mortos (1.052) e regista 27.536 infeções, seguindo-se a África do Sul e depois a Argélia, com 667 vítimas mortais e 9.626 infetados.

Marrocos totaliza 205 vítimas mortais e 7.859 casos, a Nigéria regista 314 mortos e 10.819 infetados, enquanto o Gana tem 38 mortos e 8.297 casos.

Entre os países africanos lusófonos, a Guiné-Bissau é o que tem mais infeções, com 1.339 casos, registando oito mortos.

São Tomé e Príncipe contabiliza 484 casos e 12 mortos e Cabo Verde tem 466 infeções e cinco mortos.

Moçambique conta 307 doentes infetados e dois mortos e Angola tem 86 casos confirmados de covid-19 e quatro mortos.

A Guiné Equatorial, que integra a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), mantém há vários dias 1.306 casos e 12 mortos, segundo o África CDC.

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito em 14 de fevereiro e a Nigéria foi o primeiro da África subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 377 mil mortos e infetou mais de 6,3 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 2,6 milhões de doentes foram considerados curados.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.