Apartamentos desabitados na centralidade Mussengue vandalizados

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Os apartamentos desabitados na Centralidade do Mussungue, Lunda Norte, estão a ser vandalizados por supostos meliantes, por falta de segurança, denunciou hoje, terça-feira, o administrador do referido distrito urbano, Francisco Mununga.

Sem avançar o número de edifícios e/ou apartamentos desabitados, informou que a centralidade continua ainda sob responsabilidade da Imogestin, o que impossibilita qualquer acção da administração do distrito do Mussungue no que toca a segurança e a comercialização dos apartamentos.

Os supostos meliantes estão a roubar os sistemas de electricidade, louças sanitárias e portas, bem como usar alguns para dormir.

Denunciou que terça parte dos 419 edifícios está insegura, facilitando a acção dos meliantes.

Informou  estar a pressionar a Imogestin e o Fundo de Fomento Habitacional, responsáveis pela comercialização dos apartamentos, a fim de retomarem as vendas das residências não habitadas.

Revelou que a empresa construtora da Centralidade não fez ainda a entrega deste património ao governo, para a sua gestão.

A centralidade do Mussungue, inaugurada em 2014, comporta cinco mil e quatro (5004) apartamentos e acolhe actualmente mais de 20 mil habitantes, dos mais de 30 mil previstos.

Concebida pelo Executivo em 2008, como um projecto estruturante, com o objectivo de solucionar o problema do défice habitacional que muitas famílias enfrentam, tem seis zonas e os apartamentos são das tipologias T3, T4 e T5.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.