Hospital do Lubango ganha laboratório próprio deixando de enviar amostras para Luanda

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Um laboratório de Anatomia Patológica Cirúrgica e Molecular foi hoje, segunda-feira, inaugurado no Hospital Central do Lubango, província da Huíla.

Equipado com material de tecnologia de ponta, comprados pelo Ministério da Saúde, o laboratório vai realizar uma média de 10 exames por dia, assim como garantir precisão, agilidade, segurança no diagnóstico, prognóstico e melhor resposta terapêutica através de análises em tecidos e fluidos.

Falando aos jornalistas à margem da inauguração do respectivo laboratório, a directora da unidade, Lina Antunes, afirmou que vai funcionar com uma equipa técnica de cinco especialistas, entre os quais dois médicos cubanos e três técnicos angolanos.

Segundo a responsável, era o que faltava ao hospital, sobretudo para atender casos de diagnóstico do cancro da mama, amostras que até há pouco tempo eram colhidas no hsopital, mas mandadas ao Hospital Américo Boavida, em Luanda, até então o único com o equipamento no país, mas que tinham de esperar por mais de um mês para obter os resultados.

Frrisou, por outro lado,  que o hospital redimensionou uma área de consultas externas, com o objectivo de fornecer mais e melhores serviços ambulatórios, bem como reduzir ao máximo a pressão sobre as urgências e oferecer mais consultas de especialidade.

Com o redimensionamento da área de consultas externas, o Hospital Central do Lubango passa a contar com 11 salas afins a funcionar em três turnos, com capacidade de cada uma delas atender 20 doentes.

Para a médica, são reformas que vão permitir uma nova viragem aos serviços hospitalares e conferir maior capacidade de atendimento médico.

Sobre os as obras em curso nos cinco blocos operatórios, Lina Antunes afirmou que já foram concluídos, aguardando apenas pelos equipamentos para o seu apetrechamento.

A anatomia patológica é uma especialidade médica que se ocupa do estudo das causas (etiologia), mecanismos de desenvolvimento (patogênese), alterações morfológicas nas células e órgãos e explica os sinais e sintomas das doenças.

O laboratório tem como objectivo fornecer o diagnóstico de lesões, orientando o tratamento e o prognóstico do paciente. Existem duas modalidades principais: O exame anatomopatológico, que é mais frequente é a histopatologia.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.