Guiné-Equatorial é o país mais atingido dos PALOP enquanto Angola tem o menor número de infetados

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Entre os países africanos que têm o português como língua oficial, Angola aparece no fim da lista, em último lugar, com o menor número de infetados, numa lista liderada pela Guiné Equatorial.

  • Guiné Equatorial(1.306 casos e 12 mortos);
  • Guiné-Bissau (1.256 casos e oito mortos);
  • Cabo Verde (435 casos e quatro mortes);
  • São Tomé e Príncipe (479 casos e 12 mortos);
  • Moçambique (254 casos e dois mortos); e
  • Angola (86 infetados e quatro mortos).

O continente africano ultrapassou neste final de semana a barreira dos 4.000 mortos devido à covid-19, num total superior a 142 mil infetados, segundo o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC).

Os mesmos dados referem que nos 54 países analisados foi registada a recuperação de 59.212 doentes, mais 2.796 que no dia anterior.

A região do continente mais afetada pelo novo coronavírus continua a ser norte de África: 1.846 mortes em 42.125 casos, com 17.664 recuperados.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.