Número de mortos em África sobe para 3.696 em mais de 124 mil casos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O número de mortos em África pela covid-19 aumentou para 3.696 nas últimas 24 horas, mais 107, em mais de 124 mil casos de infeção em 54 países, de acordo com dados sobre a pandemia naquele continente.

Segundo o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número de mortos subiu nas últimas 24 horas de 3.589 para 3.696 (+107), enquanto os casos de infeção aumentaram de 119.391 para 124.482 (+5.091).

O número total de doentes recuperados subiu de 48.618 para 51.095 (+2.477).

O norte de África é a região mais afetada pela doença no continente, com 1.708 mortos e 37.566 infetados pelo novo coronavírus.

A África Ocidental regista 663 mortos e 31.279 infeções, enquanto a África Austral contabiliza 575 mortos e 27.858 casos, quase todos num único país, a África do Sul (25.937).

A África Oriental regista 383 mortos e 13.850 casos registados e na África Central há 367 vítimas mortais em 13.939 casos.

Seis países – África do Sul, Argélia, Egito, Marrocos, Nigéria e Gana – concentram cerca de metade das infeções pelo novo coronavírus no continente e mais de dois terços das mortes associadas à doença.

O Egito é o país com mais mortos (816) e tem 19.666 infeções, seguindo-se a Argélia, com 623 vítimas mortais e 8.857 infetados.

A África do Sul é o terceiro com mais mortos (552), continuando a ser o país do continente a registar mais casos de covid-19 (25.937).

Marrocos totaliza 202 vítimas mortais e 7.601 casos, a Nigéria regista 254 mortos e 8.733 casos, enquanto o Gana tem 34 mortos e 7.303 casos.

Entre os países africanos lusófonos, a Guiné-Bissau é o que tem mais infeções, com 1.195 casos, e regista sete mortos.

São Tomé e Príncipe contabiliza 441 casos e 12 mortos e Cabo Verde tem 390 infeções e quatro mortos.

Moçambique conta 227 doentes infetados e um morto e Angola tem 71 casos confirmados de covid-19 e quatro mortos.

A Guiné Equatorial, que integra a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), ultrapassou os mil casos positivos de infeção (1.043) e 12 mortos, segundo o África CDC.

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito em 14 de fevereiro e a Nigéria foi o primeiro da África subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.

 A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 352 mil mortos e infetou mais de 5,6 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Cerca de 2,2 milhões de doentes foram considerados curados.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.