Deputados na RDC entram em pancadaria devido a um pedido de destituição do vice-presidente

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Um pedido de destituição de Jean-Marc Kabund, primeiro vice-presidente da Assembleia Nacional da RDC resultou em pancadaria entre vários deputados, nesta segunda-feira, informou a imprensa internacional.

Jean-Marc Kabund, aliado do presidente Felix Tshisekedi, pertencente a um partido minoritário foi destituído por não conseguir justificar um montante de 7 milhões de dólares solicitados para a realização de uma reunião para discutir a prorrogação do Estado de Emergência no país devido à pandemia.

A moção de destituição de Kabund foi apresentada por um partido da oposição, liderado por Jean-Pierre Bemba.

De acordo com JeuneAfrique, depois de vários pedidos de esclarecimento por escrito, sem resposta, o partido de Bemba decidiu avançar com a moção para destituir Kabund da sua função.

Os colegas Kabund, cientes que não tinham chance real de bloquear a moção por meio de votos, decidiram travar a moção por meio de pancadaria, eclodindo uma luta no parlamento.

A presidente da Assembleia Nacional, Jeanine Mabunda, suspendeu a sessão.

No final da noite, depois das emoções terem baixado, a sessão foi reatada, com 289 votos a favor, 17 contra e 9 abstenções a moção foi aprovada e Jean-Marck Kabund foi destituído do cargo de primeiro vice-presidente da Assembleia Nacional da RDC.

Jean-Marc Kabund, aliado do Presidente Felix Tshisekedi

“Não é surpreendente para mim … como verdadeiro Tshisekediste, deixo este posto com a cabeça erguida”, disse Kabund num tweet.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.