China deteta sete casos nas últimas 24 horas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A China diagnosticou, nas últimas 24 horas, sete casos da covid-19, todos oriundos do exterior, informaram hoje as autoridades.

A Comissão de Saúde da China disse que cinco dos casos, diagnosticados até às 23:59 de segunda-feira (16:59 de segunda-feira em Lisboa), foram detetados na região autónoma da Mongólia Interior, no norte do país, e os restantes em Xangai, a “capital” financeira da China, e na província de Fujian, no leste do país.

As autoridades de saúde chinesas informaram ainda que, nas últimas 24 horas, nove pacientes receberam alta, pelo que o número de pessoas infetadas ativas fixou-se em 81, incluindo sete em estado considerado grave.

Segundo dados oficiais, desde o início da epidemia, a China registou 82.992 infetados e 4.634 mortos devido à covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus. Até ao momento, 78.277 pessoas tiveram alta.

As autoridades chinesas referiram que 743.188 pessoas que tiveram contacto próximo com infetados estiveram sob vigilância médica na China, 5.616 das quais permanecem sob observação.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 344 mil mortos e infetou mais de 5,4 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 2,1 milhões de doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.