Bilionários dos EUA se enriqueceram ainda mais com a pandemia, diz estudo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A fortuna dos bilionários americanos aumentou em 15% nos dois meses desde o início da pandemia do novo coronavírus, com os diretores executivos da Amazon, Jeff Bezos, e Facebook, Mark Zuckerberg, na liderança, revelou um estudo.

Entre 18 de março e 19 de maio, seu patrimônio líquido total aumentou em US$ 434 bilhões, enquanto a pandemia de coronavírus causou perdas de emprego e agonia econômica para dezenas de milhões de americanos.

A fortuna de Bezos cresceu mais de 30%, para US$ 147,6 bilhões, enquanto a de Zuckerberg saltou mais de 45%, para US$ 80 bilhões, segundo a pesquisa da Americans for Tax Fairness e do Programa de Desigualdade do Instituto de Estudos Políticos.

A análise foi baseada em dados da lista de bilionários divulgada pela revista Forbes.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.