Líderes religiosos exortados a observar medidas preventivas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A governadora da província do Huambo, Joana Lina, aconselhou hoje (terça-feira) os líderes das diversas denominações religiosas locais a respeitarem as medidas de prevenção contra a covid-19, para a salvaguarda da vida dos fiéis.

A também coordenadora da Comissão Multissectorial Provincial de Prevenção e Combate à covid-19 enalteceu a compreensão e colaboração de várias entidades religiosas que trabalham com as equipas para o cumprimento do decreto que estabelece o Estado de Emergência em Angola.

A responsável disse ser este um momento difícil para os cidadãos, porque esta pandemia  exige atitudes e comportamentos que não fazem parte do quotidiano africano, como o isolamento social.

Ressaltou ainda o facto de, neste período, terem-se registado alguns casos de desacatos de líderes que juntaram fiéis, em números não recomendados, e foram detidos pelas forças da ordem e levados às barras dos tribunais.

Por este motivo, Joana Lina pediu aos líderes religiosos um pouco mais de paciência.

No final do encontro, o pastor da Missão Apostólica Crentes em Angola, José Severiano Belavista, saudou a iniciativa da governadora de dialogar com os líderes religiosos sobre a pertinência do reforço das medidas de segurança contra a covid-19, uma vez que eles estão inseridos nas comunidades e podem contribuir para a sensibilização das pessoas.

Reconheceu que as medidas tomadas pelo Governo são eficazes e encorajadoras, porque o agente da Covid-19 é invisível e muita gente negligencia as medidas preventivas.

Já o pastor da Igreja Metodista Unida no Huambo, Euclides dos Santos, prometeu passar a mensagem de tranquilidade aos fiéis, uma vez que o Governo continua a trabalhar para evitar a contaminação da doença no seio da população.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.