Angola regista terceira morte, um idoso de 82 anos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Angola registou, nas últimas 24 horas, a terceira morte por covid-19, anunciou nesta segunda-feira o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda.

Trata-se de um idoso de 82 anos de idade, morador no distrito urbano da Maianga, em Luanda, que regressou ao país em Fevereiro, proveniente de Portugal, numa altura em que aquele país europeu não registava casos da pandemia.

O cidadão em causa tinha outras doenças associadas, como doença pulmonar crónica, e as autoridades estão a investigar para aferir se este é o primeiro caso de contaminação comunitária em Angola.

Além do paciente morto, Franco Mufinda anunciou o registo de mais um caso positivo, envolvendo uma enfermeira de 25 anos de idade, que trabalhava num dos centros privados de tratamento da covid-19.

Com estes dois, aumentam para 50 o número de casos positivos, com três óbitos,  17 recuperados e 30 activos (clinicamente estáveis).

Dos infectados, 22 são casos de transmissão local.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 316.000 mortos e infetou mais de 4,7 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 1,7 milhões de doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.