Liga escocesa finalizada, Celtic campeão

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A temporada 2019/20 da liga escocesa de futebol foi dada como finalizada, devido à pandemia da covid-19, e o título de campeão foi entregue ao Celtic, anunciou hoje a organização da prova (SPFL).

Em comunicado, o organismo explicou que a decisão foi tomada de “forma unânime” pelos 12 clubes do primeiro escalão e que a classificação final ficou definida pelos pontos que as equipas tinham até 13 de março, data em que a competição foi suspensa, por causa do surto do novo coronavírus.

“Todos nós queríamos que a liga terminasse de forma diferente. No campo e com adeptos nas bancadas. Mas, dada as circunstâncias que enfrentamos, a SPFL chegou a acordo que esta teria de ser a decisão a tomar”, lê-se no comunicado do organismo.

O Celtic, que liderava a competição com 13 pontos de vantagem sobre o Rangers, segundo classificado, foi declarado campeão e conquistou o título escocês pela nona vez consecutiva.

Na outra ponta da tabela, o Hearts, que esta temporada contou com o guarda-redes português Joel Pereira, emprestado pelo Manchester United, foi despromovido à segunda divisão.

Após a declaração de pandemia, em 11 de março, as competições desportivas de quase todas as modalidades foram disputadas sem público, adiadas — Jogos Olímpicos Tóquio2020, Euro2020 e Copa América -, suspensas, nos casos dos campeonatos nacionais e provas internacionais, ou mesmo canceladas.

Os campeonatos de futebol de França, Países Baixos e Bélgica foram cancelados, enquanto outros países preparam o regresso à competição, com fortes restrições, como sucede em Inglaterra, Itália, Espanha e Portugal, que tem o reinício da I Liga previsto para 04 de junho, depois de a Liga alemã ter sido retomada no sábado.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 315.000 mortos e infetou mais de 4,7 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 1,7 milhões de doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.