Aenergy avança com ação contra General Electric e Governo angolano nos EUA

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A Aenergy, empresa do setor elétrico, interpôs a 07 de maio, no Tribunal Federal de Nova Iorque uma ação contra a General Eletric e o Governo angolano reclamando uma indemnização pela rescisão de contratos.

A ação de responsabilidade civil, que visa a General Electric Company, a GE Capital, o Governo da República de Angola, o ministério angolano da Energia e Água (MINEA), o ministério das Finanças de Angola, a Empresa Pública de Produção de Eletricidade (Prodel) e a Empresa Nacional de Distribuição de Eletricidade (ENDE), pretende o pagamento de uma indemnização pelas perdas e danos causados, na sequência da rescisão dos contratos com a Aenergy, segundo os documentos a que Lusa teve hoje acesso.

A Aenergy está envolvida num contencioso com Angola desde que o executivo angolano rescindiu no ano passado, vários contratos com a empresa alegando quebra de confiança devido a alegadas irregularidades, acusações que a empresa rejeita, garantindo ter alertado o ministério da tutela (Ministério da Energia e Águas) e ter executado vários projetos sem receber pagamento.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.