J. C. Penney declara bancarrota para vender activos e pagar dívidas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A pandemia do novo coronavírus levou a cadeia norte-americana de comércio retalhista J.C. Penney a recorrer ao designado capítulo 11 da lei da bancarrota, ao fim de 118 anos de existência.

A J.C. Penney torna-se assim na quarta das principais cadeias a ter este destino.

Este recurso legal permite às empresas reorganizarem-se, através da venda de ativos e programação do pagamento de dívidas.

Na sexta-feira, a companhia anunciou que vai encerrar várias unidades e anunciar os detalhes e calendário nas próximas semanas.

A J.C. Penney, que opera 850 estabelecimentos e emprega cerca de 90 mil trabalhadores, revelou que recebeu um financiamento de 900 milhões de dólares para operar durante a reestruturação.

O anúncio da Penney seguiu-se aos das cadeias Neiman Marcus, J. Crew and Stage Stores.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.