Itália com 153 novas mortes em 24 horas, 31.763 no total

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Itália registou nas últimas 24 horas 153 mortes associadas à covid-19, menos 89 que nas 24 horas anteriores e o número mais baixo desde 10 de março, data do início do confinamento, anunciou hoje a Proteção Civil.

No total, desde o surgimento dos primeiros casos no país, a 21 de fevereiro, Itália contabiliza 224.760 casos de infeção e 31.763 mortes.

De sexta-feira para hoje, foram notificados 875 novos casos de infeção por coronavírus, acima dos 789 registados na véspera.

A tendência de baixa registada na curva epidemiológica levou o governo italiano a acelerar o desconfinamento, permitindo a reabertura de praticamente todos os estabelecimentos comerciais a partir de segunda-feira.

O número de pessoas doentes com covid-19 continua também a baixar, sendo hoje de 70.187, menos 1.883 que na sexta-feira.

Entre os casos positivos, 775 estão em unidades de cuidados intensivos (menos 33 que na sexta-feira) e 10.400 hospitalizadas com sintomas (menos 392).

Além da reabertura, na segunda-feira, de bares, restaurantes, ou cabeleireiros, Itália decidiu reabrir fronteiras com os países da União Europeia (UE) a 3 de junho.

Itália iniciou, em 04 de maio, uma retoma gradual de algumas atividades económicas, após mais de dois meses de confinamento.

Surgido em dezembro na China, o SARS-CoV-2 já infetou 4.549.100 pessoas em todo o mundo, pelo menos 307.321 das quais morreram, segundo um balanço de hoje da agência AFP.

A Europa é a região do mundo mais afetada pela pandemia de covid-19, com 164.536 mortes em 1.860.927 casos.

Depois do Reino Unido (34.466 mortos em mais de 240 mil casos), Itália é o segundo país europeu mais afetado.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.