Zaire tem quinze áreas suspeitas de minas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Quinze áreas suspeitas de minas estão identificadas e cadastradas na província do Zaire informou, nesta quinta-feira, em Mbanza Kongo, o oficia de Ligação e Informação da Comissão da Acção contra Minas na região, Lourenço Antunes.

Em declarações à Angop, o responsável  precisou que as zonas suspeitas estão localizadas nas comunas de Calambata, Nkiende e Luvo, no município de Mbanza Kongo, Quibala Norte e Quindege, municipalidade do Nzeto, assim como nas regiões do Soyo, Nóqui e Cuimba.

Disse que para se realizar acções de desminagem dessas áreas, a Comissão Provincial da Acção contra Minas do Zaire aguarda pela disponibilização de novos equipamentos e meios técnicos, com destaque para viaturas no sentido de facilitar o desdobramento dos sapadores.

Segundo o responsável, das quatro operadoras de desminagem existentes na região nenhuma dispõem de meios de transporte em condições para deslocar o pessoal para a zona dos campos minados.

Acrescentou que as áreas minadas foram identificadas por intermédio de populares, tendo lembrado que em 2019 a província do Zaire registou dois acidentes de mina nos municípios de Mbanza Kongo e Nzeto, que provocaram a morte de uma criança e o ferimento de um outro menor.

Fez saber que de Janeiro a Março deste ano foram desactivadas na província do Zaire 249 engenhos explosivos não detonados, com realce para minas anti-pessoal e munições diversas.

Quatro operadoras prestam serviços de desminagem na província do Zaire nomeadamente o Instituto Nacional de Desminagem (INAD), a Brigada B de Desminagem das Forças Armadas Angolanas (FAA) e a Nona e Décima Brigadas da Casa de Segurança da Presidência da República.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.