São Tomé e Príncipe pede alívio da dívida aos parceiros bilaterais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O Governo de São Tomé e Príncipe está a pedir aos parceiros bilaterais o “alívio” das dívidas devido aos problemas de tesouraria do pai, no quadro da crise económica acentuada pela pandemia da covid-19.

Em declarações aos jornalistas na quinta-feira, o ministro do Planeamento, Finanças e Economia Azul disse que, até ao momento, a única garantia que o executivo recebeu veio do Fundo Monetário Internacional (FMI), que propôs uma moratória de seis meses para o pagamento dos juros da dívida.

“São Tomé e Príncipe beneficiou do alívio da dívida com o FMI e nós nesse momento também estamos a solicitar aos nossos parceiros bilaterais o alívio das nossas dívidas porque simplesmente, nesse momento critico não temos como pagar”, disse Osvaldo Vaz.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.