EUA doam 3,5 milhões de dólares para o combate à covid-19

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O Governo dos Estados Unidos da América (EUA) disponibilizou três milhões e 500 mil dólares para aquisição de meios sanitários, no quadro da prevenção e do combate ao coronavírus (covid-19).

O facto foi anunciado nesta terça-feira, em Luanda, pela embaixadora dos Estados Unidos em Angola, Nina Maria Fite, no final de uma audiência que lhe foi concedida pelo Presidente da República, João Lourenço.

O dinheiro cedido pelo Centro de Controlo de Doenças (CDC) dos EUA servirá para a compra de suprimentos de laboratório, material de biossegurança e reagentes para testes.

 O país regista 43 casos positivos do covid-19, sendo 30 activos estáveis, 18 recuperados e dois óbitos.

Ainda hoje, numa outra audiência, o Chefe de Estado angolano, João Lourenço, recebeu uma mensagem do seu homólogo francês, Emmanuel Macron.

Foi portador da missiva, cujo teor aborda aspectos relacionados com o fortalecimento das relações de cooperação entre os dois países, o embaixador daquele país europeu em Angola, Sylvain Itté.

As relações diplomáticas entre os dois Estados (Angola e França) foram estabelecidas em Fevereiro de 1976.

As bases da cooperação bilateral foram criadas, em 1982, com a assinatura do Acordo Geral de Cooperação.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.