Governo confirma a aquisição de imóveis em Calumbo para tratamento de epidemias

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O Governo confirmou, este domingo, a autorização para a compra de um complexo na comuna de Calumbo, município de Viana, em Luanda, que se prevê transformar em centro de tratamento de epidemias e pandemias.

Conforme o ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República, Adão de Almeida, a medida enquadra-se na estratégia do Executivo angolano de criação de condições para fazer face às várias epidemias no país.

Trata-se, pois, de um imóvel infra-estruturado com 200 residências, que será negociado pela ministra das Finanças ou seu representante, à luz do Despacho Presidencial 65/20.

Segundo Adão de Almeida, que falava em conferência de imprensa, a propósito da prorrogação do Estado de Emergência, na estratégia do Governo, aproveitou-se dar “um passo importante” na criação de condições para o surgimento desse centro especializado.

O imóvel, explicou o governante, estará disponível para responder a situação da covid-19 e eventuais epidemias do futuro.

 “Há um esforço considerável do Governo na criação de condições para responder o contexto actual, disponibilizando recursos para a construção de hospitais de campanha e adaptação de várias infra-estruturas para atender a situação da covid-19”, sublinhou.

O ministro de Estado não se referiu ao valor da compra do complexo, nem a data do início do seu funcionamento, mas confirmou a veracidade dos dados contidos no Despacho Presidencial posto a circular nas redes sociais.

Conforme esse Despacho 65/20, a aquisição do complexo infra-estruturado residências, custará “24 milhões e 976 mil e 189 dólares norte-americano (USD 24.976.189,49)”.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.