Angola recebe cerca de 380 toneladas de material de biossegurança da China

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Cerca de trezentas e 80 toneladas de material diverso de biossegurança, entre ventiladores, equipamento de laboratório de diagnóstico à covid-19, começaram a chegaram hoje ao país, vindos da República da China, para reforçar a prevenção e o combate pandemia.

Do lote, constam 380 ventiladores, mais de cinquenta mil testes da doença, oito milhões de mascaras cirúrgicas, um milhão de máscaras N95 (de uso corrente), mais cem mil fatos de biossegurança e óculos, dois equipamentos para testagem do RPTCR e milhões de batas e luvas.

Segundo apurou a Angop, o leque integra também, termómetros infra-vermelhos, materiais de colheita para as amostras dos testes, assim como outros materiais essenciais para o manuseio e tratamento da Covid-19.

No acto de recepção, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, destacou explicou que a mercadoria é parte de trezentos e 80 toneladas adquiridas com recursos do Estado Angolano e que se configura no maior volume para o combate à covid-19.

Segundo a governante, hoje, chegou apenas cerca de setenta toneladas de material diverso de biossegurança, de 380 toneladas, e que serão realizados cinco voos, até à próxima semana, para o transporte desse material da China para Angola.

De acordo com a ministra, estes equipamentos serão distribuídos pelas dezoitos províncias do país e a todos as unidades de referência de tratamento e diagnóstico da Covid-19, para além das equipas rápidas de saúde pública.

A porta-voz da Comissão Interministerial para Resposta à Pandemia lembrou que o governo angolano já fez outras aquisições da África do Sul, mas que ainda assim este é o maior volume de material de biossegurança para se atender ao país.

Angola regista 45 casos positivos confirmados dessa pandemia, dos quais 30 doentes activos (estáveis), 13 recuperados e duas mortes, apontando a estatística para a existência de 18 casos de transmissão local, sem o registo, até ao momento, de ocorrências nas comunidades.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.