Pastor de 20 e 6 fiéis condenados por desobediência

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Um pastor de 20 anos de idade e seis fiéis da Igreja Pentecostal Templo de Amor de Deus Vivo foram condenados a dois meses prisão convertidos em multa, acusados de culto religioso clandestino, proibido pelo Estado de Emergência.

O grupo foi detido no passado dia 26 de Abril,  no bairro Calumbiro, junto a EN-280, no  município da Matala.

Condenados por desobediência, deverão pagar, no prazo de 15 dias, 60 mil Kwanzas, cada um, de multa.

Em declarações hoje, sexta-feira, à Angop, o director do gabinete de comunicação institucional da delegação do interior, Manuel Halaiwa, enalteceu a colaboração da população.

“A Polícia agradece a população pelo espírito de denúncia e conta com todos para continuar a garantir as medidas de prevenção à covid-19”, referiu a fonte.

Esse é terceiro pastor julgado e condenado na Huíla por desobediência durante o Estado de Emergência.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.