Cabo Verde vive semana decisiva para sair do estado de emergência – PR

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O Presidente de Cabo Verde afirmou hoje que o país vive uma “semana decisiva” para sair em 15 de maio do estado de emergência, declarado devido à pandemia de covid-19, pedindo “um pouco mais de sacrifícios” à população.

“Tudo depende de nós, de cada um de nós, das autoridades e do exercício efetivo, firme e determinado de suas competências, mas, sobremaneira, da atitude de cada praiense e de cada boavistense, de cada amigo da Praia e da Boa Vista. De cada amigo de Cabo Verde”, afirmou, numa mensagem divulgada hoje, o chefe de Estado cabo-verdiano, Jorge Carlos Fonseca.

O primeiro estado de emergência em Cabo Verde, em todo o país, foi declarado em 29 de março, obrigando ao dever geral de recolhimento e ao encerramento de empresas, entre outras medidas, tendo sido renovado em 18 de abril.

O chefe de Estado renovou o estado de emergência uma segunda vez, com início em 03 de maio, prolongando-se até às 24:00 do dia 14 de maio, mas apenas em Santiago (Praia) e na Boa Vista, as ilhas que concentram os casos de covid-19 no país.

“Esta é uma semana decisiva para que se possa sair do ‘estado de emergência’ no dia 15”, afirmou Jorge Carlos Fonseca.

“Vamos aceitar um pouco mais de sacrifícios, de perdas e de incómodos para salvarmos o país, para ganharmos vidas e, assim, levantarmos bem alto o nosso querido Cabo Verde”, apelou o Presidente da República, na mesma mensagem.

Cabo Verde regista 218 casos acumulados de covid-19, distribuídos pelas ilhas de Santiago (159), Boa Vista (56) e São Vicente (03, todos recuperados). No total, 38 pessoas já foram consideradas recuperadas pelas autoridades de saúde.

Em todo o país, duas pessoas acabaram por morrer, na Praia e na Boa Vista, e dois turistas estrangeiros, também infetados, regressaram aos países de origem, totalizando por isso 176 casos ativos em Cabo Verde.

A Praia, com casos diários da doença, que totalizam já 156 diagnosticados desde março, em 25 bairros da cidade, é o principal foco de preocupação das autoridades, por estar em situação de transmissão comunitária da covid-19.

As ilhas de Santiago e da Boa Vista, por concentrarem os casos de covid-19 em Cabo Verde (os três casos de São Vicente já foram dados como recuperados), são as únicas que permanecem em estado de emergência, até às 24:00 de 14 de maio.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou cerca de 267 mil mortos e infetou mais de 3,8 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.