Moçambique regista mais um caso positivo e sobe total para 81

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Moçambique registou mais um caso de infeção pelo novo coronavírus, elevando o número total de doentes no país de 80 para 81, anunciou hoje o Ministério da Saúde.

O novo caso diz respeito a um cidadão moçambicano de 46 anos e está relacionado com a testagem massiva de um total de 215 passageiros que chegaram a Maputo, no domingo, provenientes de Lisboa, disse Rosa Marlene, diretora nacional de Saúde Pública, na atualização de dados sobre a covid-19 em Moçambique.

“Tratou-se de um voo de caráter humanitário para o repatriamento de cidadãos moçambicanos retidos em Portugal devido à covid-19. É um ato que enquadra-se nas ações do Governo de proteção dos seus cidadãos no estrangeiro”, explicou Rosa Marlene, acrescentando que o cidadão com o resultado positivo não apresenta sintomatologia e está em isolamento domiciliar.

Rosa Marlene acrescentou que a “todos os passageiros” do voo foi recomendado ficarem “em quarentena durante 14 dias”, mesmo os que tiveram resultados negativos nos testes.

Segundo as autoridades de saúde, os 215 passageiros, entre moçambicanos e portugueses residentes em Moçambique, foram testados, submetidos a um questionário de rastreio e colheita de dados.

Desde o anúncio do primeiro caso no país, em 22 de março, em Moçambique foram testados 2.867 casos suspeitos, dos quais 269 nas últimas 24 horas.

Do total de casos positivos que o país registou, 72 são de transmissão local e nove são casos importados, tendo sido rastreados 582.519 suspeitos, dos quais 12.487 foram submetidos a quarentena domiciliar e 1.193 estão ainda em seguimento.

Moçambique vive em estado de emergência desde 01 de abril e até final de maio, com espaços de diversão e lazer encerrados, proibição de todo o tipo de eventos e de aglomerações, recomendando-se a toda a população que fique em casa, se não tiver motivos de trabalho ou outros essenciais para tratar.

Durante o mesmo período, há limitação de lotação nos transportes coletivos com obrigatoriedade do uso de máscaras faciais, as escolas estão encerradas e a emissão de vistos para entrar no país está suspensa.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 251 mil mortos e infetou quase 3,6 milhões de pessoas em 195 países e territórios. Mais de um 1.1 milhões de doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.