Polícia detém 83 cidadãos por violação da cerca sanitária

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Oitenta e três cidadãos foram detidos, no sábado, pela Polícia Nacional, em Luanda, por violarem a cerca sanitária imposta no âmbito do Estado de Emergência, vigente no país.

Entre os infractores constam 51 são homens e restantes mulheres, incluindo menores de idade, que utilizavam vias secundárias (picadas).

De acordo com informações do Comando Provincial da Polícia Nacional de Luanda a que a ANGOP teve acesso hoje, domingo, os cidadãos foram interceptados na localidade do Zenza do Itombe quando pretendiam entrar em Luanda, no Cuanza Norte, Cuanza Sul, Malanje e Huambo.

Os indivíduos utilizavam a localidade de Maria Treza com o intuito de transpor a barreira do Zenza do Itombe, onde foram supreendidos por patrulhas de efectivos da Polícia Nacional afectos ao Comando Municipal do Icolo e Bengo.

De acordo com a fonte, as acções de fiscalização e controlo na região vão continuar para se evitar a violação do Decreto Presidencial do Estado de Emergência.

Os processos dos cidadãos em causa foram já submetidos ao Tribunal Provincial de Luanda para julgamento sumário.

Angola regista desde o dia 26 de Março a terceira fase do Estado de Emergência, marcado pelo desagravamento de algumas medidas, entre as quais o levantamento da cerca inter-provincial, permitindo a circulação de pessoas em 17 das 18 províncias do país, para efeitos de actividade comercial, estando interditas todas as viagens de lazer.

A medida não abrange a província de Luanda, por ser a única a registar casos positivos da covid-19.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.