Deputada da UNITA que furou a cerca sanitária, cumpre quarentena no Bié

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Uma deputada da UNITA, em desobediência ao Estado de Emergência e a interdição de deslocações interprovinciais, furou a cerca sanitária, saiu de Luanda e foi até ao Bié onde vai cumprir um período de quarentena domiciliar.

Segundo o porta-voz do Ministério do Interior, o subcomissário Waldemar José, trata-se de Maria Luísa de Andrade deputada do grupo parlamentar da UNITA que tomou posse no dia 15 de maio de 2018 em substituição definitiva por morte do deputado Almerindo Jaka Jamba.

Passando pelo Kwanza Sul e Huambo, Maria Luísa Andrade acompanhada de duas crianças, chegou ao Bié, seu ponto de destino, onde foi posta em quarentena domiciliar por 30 dias.

O oficial avançou que no mesmo período foi igualmente detida a secretária provincial da juventude da UNITA na Huíla, Crista Chimbioputo, acusada de ter saído da província da Huíla para o Huambo, desobedecendo as orientações da Polícia Nacional.

Waldemar José afirmou que a dirigente partidária “tentou atropelar efectivos da Polícia Nacional, danificou alguns cones e colocou-se em fuga na província do Huambo”.

Também na província da Huíla, foram detidos 13 pessoas por realização de um culto religioso dentro de uma residência. Deste grupo faz parte o pastor da Igreja Pentecostal Amor Divino, Manuel Vitorino.

Em Malanje, um cidadão, Rivaldo Nascimento, atropelou um agente da polícia causando-lhe ferimentos graves. Segundo Waldemar José, o referido agente sofreu fraturas nos dois membros superiores e numa das pernas.

Ainda em Malanje, “foram detidas 75 pessoas num convívio a consumirem bebidas alcoólicas, pinchos e churrascos”, disse.

Em Luanda, no Prenda, no Bar do Melão, foram detidas 15 após tentarem insurgirem-se contra os agentes da ordem pública e por não acatarem as ordens para abandonarem o local.

Situações de violação da cerca sanitária foram também registadas quinta-feira última, pela Polícia, que anunciou a detenção do juiz de direito do Tribunal Provincial do Namíbe, Januário Catengo, e do ex-ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República, Frederico Cardoso.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.