Banco Kwanza perde mais de AKZ 515 milhões

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O Banco Kwanza Invest (BKI) registou perdas líquidas na ordem de 515,211 milhões de kwanzas, no exercício económico de 2019, indica um relatório de contas auditado da empresa.

O balanço  apresenta  um total de activo liquido na ordem de AKZ 10.432.190 e de fundos próprios no valor de milhares, de 7.119.129, que inclui os resultados líquidos transitados e do exercício.

À semelhança de exercícios anteriores, o ano de 2019 foi caracterizado, pelo presidente do Conselho de administração do Banco Kwanza Invest, Adriano de Carvalho, pela continuação de uma conjuntura  económica particularmente difícil, que se prevê  acentuar  em 2020, devido aos efeitos da covid-19.

Face às perdas líquidas observadas, Adriano de Carvalho, na sua mensagem a que a ANGOP teve acesso,  diz que o seu Conselho submeterá aos accionistas uma proposta de reforço de capital social da instituição financeira e um plano  de crescimento.

Para os mais variados contextos económicos registados em 2019, o gestor da instituição financeira em causa diz terem centrado o seu enfoque nos segmentos de actividade mais rentáveis, numa cuidadosa  gestão dos riscos e no controlo de custos.

Pretende-se a melhoria contínua da sua eficiência operacional, por forma a manter  os seus racios em conformidade com a regulamentação para o sector financeiro e níveis de rentabilidade positiva.

Os accionistas do BKI realizaram a sua assembleia-geral extraordinária no dia 20 de Abril, a pedido do accionista e empresário suíço-angolano Jean-Claude Bastos.  

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.