Angola apresenta o segundo melhor resultado na luta contra a pandemia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, reiterou, nesta quinta-feira, em Luanda, que Angola apresenta o segundo melhor resultado na luta contra a pandemia da covid-19, dentro das 6 regiões da OMS, perdendo apenas para o Botão que registou 7 casos e sem mortes.

Ao falar em conferência de imprensa de actualização da situação epidemiológica da covid-19, disse ter chegado a tal conclusão após participar de uma reunião virtual mundial promovida pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que visou avaliar a morbi-mortalidade da pandemia.

Na referida reunião, disse o responsável, participaram representantes de países que integram as seis regiões que compõem a OMS, durante a qual notou-se que Angola é dos poucos países que implementou de forma madrugadora a quarenta institucional e domiciliar.

Aliada a essas medidas preventiva contra a covid-19, incluiu o encerramento das fronteiras terrestres, fluviais e áreas, o rastreio térmico, a higienização e confinamento social como sendo métodos que o levam a afirmar que “estamos bem”.

Destacou que as aludidas acções preventivas contribuíram para que Angola registasse até ao momento apenas 27 casos positivos, na sua maioria importados, perdendo apenas para o Botão, país asiático, que registou apenas sete casos positivos, cinco dos quais já curados e sem mortes.

“Os nossos métodos se aproximam aos do Vietname. Nós começamos com as medidas preventivas já em Fevereiro, ao contrário de alguns países europeus. Portanto, estamos bem, quando olhamos para o nosso plano de contingência”, disse, no dia em que não se registou novos casos.

Noutra parte da conferência de imprensa, informou que o país alargou, ainda hoje, a testagem diária, de 90 para 284, com a entra em funcionamento do laboratório do Instituto Nacional de Luta Contra a Sida.

Prevê-se que até sábado as análises laboratoriais possam subir para 350 diárias, com o funcionamento do laboratório do Hospital Militar, em Luanda.

Ainda esta quinta-feira, segundo o secretário de Estado, concluiu-se as análises das amostras dos moradores dos condomínios Golden e Infinity, todos com resultados negativos, tendo já recebido títulos de altas os do Golden.

Relativamente a testagem das pessoas vindas dos países com circulação comunitária do coronavírus, informou que o mesmo continua e apelou a quem não o fez para se dirigir à Escola Nacional de Saúde Pública ou ao Hospital Américo Boa Vida para o fazer.  

A nível global, a pandemia do novo coronavírus já matou 230.309 pessoas e infetou 3,2 milhões em todo o mundo desde dezembro, segundo último balanço da agência AFP.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.