Governo justifica manutenção de estudantes na China com “razões de contenção

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O governo angolano justificou hoje a não retirada dos estudantes angolanos retidos em Hubei, na China, devido à covid-19 com “razões objetivas de contenção” face à necessidade de “evitar atitudes precipitadas” com “consequências imprevisíveis para o país”.

A posição foi conhecida hoje através de uma nota divulgada pelo ministério das Relações Exteriores (MIREX), após um encontro, em Luanda, de uma delegação multissetorial governamental e de representantes dos pais e encarregados de educação dos estudantes angolanos residentes na província de Hubei.

 Segundo o documento, os encarregados de educação solicitaram ao Governo o reforço do apoio financeiro aos estudantes “face ao elevado custo de vida registado naquele país asiático, como consequência da pandemia”.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.