FLEC-FAC denuncia morte de cinco civis em Cabinda e aumento da repressão

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A Frente de Libertação do Estado de Cabinda-Forças Armadas de Cabinda (FLEC-FAC) denunciou hoje o aumento da repressão do Governo angolano, a pretexto da pandemia de covid-19, com a morte de cinco civis, e ameaça retomar os combates.

Numa nota enviada à Lusa e assinada pelo seu secretário-geral, Jacinto António Télica, a FLEC-FAC pediu a intervenção do secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, para denunciar “publicamente a repressão política no território de Cabinda exercida pelo Governo angolano”, para evitar que sejam retomados os combates.

A resistência armada cabindense tinha respondido positivamente ao apelo de António Guterres para um cessar-fogo mundial e anunciou, em 13 de abril, “um cessar-fogo temporário e provisório”, por um período de quatro semanas, a fim de “facilitar a luta contra o coronavírus”.

A FLEC-FAC acusou, no entanto, o Governo angolano de usar a crise sanitária como pretexto para “exercer a política de terror e repressão” e denunciou que, na quarta-feira, cinco civis cabindenses desarmadas foram “friamente abatidos pelos militares angolanos” na fronteira de Tando Siala, situada entre a República Democrática do Congo e Cabinda.

“O secretário-geral da ONU deve exortar o Presidente angolano João Lourenço a abandonar a sua política de violência e pôr fim ao assédio e à repressão dos separatistas e da sociedade civil cabindense”, concluiu a nota.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 227 mil mortos e infetou quase 3,2 milhões de pessoas em 193 países e territórios. Cerca de 908 mil doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.