Jovens detidos num bar condenados a um mês de prisão

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Três dos 11 cidadãos detidos na sexta-feira última, em ambiente num bar de quintal no bairro Santo António, no Lubango, foram condenados pelo Tribunal da Huíla, na segunda-feira, a um mês de cadeia, com pena suspensa convertida em multa.

Os condenados por desobediência e desacato a autoridade do Estado vão pagar uma multa a razão de 40 Kwanzas dia e taxa de justiça de dez mil Kwanzas, cada um.

Ao todo, na segunda-feira, foram julgados pelos mesmos crimes 34 cidadãos, dos 18 aos 40 anos, e alguns deles, segundo o juiz da causa, Marcelino Tyamba, são réus primários e foram mandados em liberdade.

Disse que observando ao artigo 86 do Código Penal, as penas foram substituídas por multas, porque “o móbil do crime não é tão desonroso e nunca foram condenados a pena de prisão”.

Já o advogado dos réus, Inâcio Dondjonny, diz-se satisfeito com setença e entende que o tribunal caminhou bem, mas apelou os seus protegidos a seguirem as normas do Estado de Emergência.

A nível da Huíla, desde 27 de Março, período em que vigora o Estado de emergência, foram condenados por desobediência e desacatos 193 pessoas.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.