Sociedade Mineira de Chitotolo reduz produção

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Os níveis de produção da Sociedade Mineira de Chitotolo, no Cambulo (Lunda Norte), baixaram de 100 para 40 por cento, depois da dispensa de 440 trabalhadores, no âmbito das medidas de prevenção da COVID-19.

De acordo com o responsável para as operações mineiras, Alexandre Albuquerque, foram dispensados 60 por cento dos trabalhadores (440), o que forçou a suspensão da produção numa das minas.

“Em termos de produção estamos em 40 por cento, o que representa uma perda de 60 por cento da nossa capacidade, pelo facto de termos dispensado grande parte da nossa força de trabalho”, sublinhou.

Assegurou que esta situação não implicará o despedimento de trabalhadores, pelo que a empresa está a elaborar um plano estratégico para a recuperar os níveis de produção, implementando um novo regime de trabalho, que permitirá o reinício da exploração da mina suspensa.

Faz parte dos projectos para os próximos anos o largamento das áreas de produção, para permitir o aumento da contribuição da empresa para o Orçamento Geral do Estado, através do pagamento dos impostos e o inicio de exploração da concessão de Mussolobela.

Desde o início da sua exploração, em 1996,   já ultrapassou os três (3) milhões, 700 mil quilates de produção, tendo removido mais de 80 mil metros cúbicos de material estéril e tratado mais de 14 milhões de metros cúbicos de cascalho.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.