Casal nigeriano de 68 e 70 anos tem gémeos, uma menina e um rapaz

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Margarett Adenuga (68) anos e seu marido Noah de 70 anos, são pais orgulhosos de gémeos, uma menina e um rapaz, após 43 anos de tentativas, noticiou a imprensa internacional.

Margarett Adenuga deu à luz aos gémeos através cesariana num hospital em Lagos a 14 de abril, de acordo com fonte locais tanto a mãe como os bebés estão em perfeito estado de saúde.

O marido revelou que a gravidez ocorreu no ano passado por meio de inseminação artificial – fertilização in vitro – após três tentativas.

O Hospital Universitário de Lagos disse que o tratamento para fertilização in vitro foi realizado num outro lugar e o casal só foi encaminhado a eles para tratamento posteriormente.

Os médicos continuaram a monitorá-la durante toda a gravidez, até que ela optou por se submeter a uma cirurgia com 37 semanas.

O hospital disse que foi o primeiro caso que tiveram de lidar com uma gravidez de uma mulher em idade dela avançada.

O médico assistente Dr. Adeyemi Okunowo chamou o nascimento de “um milagre”, mas acrescentou que o casal correu um grande risco ao prosseguir com a gravidez.

Não está claro exatamente onde o tratamento mais recente foi realizado, mas Noah revelou que o casal viajou anteriormente ao Reino Unido para um procedimento.

A fertilização in vitro envolve a implantação de óvulos fertilizados no útero da mulher e é usada para superar uma série de problemas que podem dificultar a concepção natural dos casais.

O procedimento pode ser realizado usando os espermatozóides e óvulos do casal ou de doadores.

Dados indicam que a percentagem de sucesso de concepção por fertilização in vitro varia de 30% para mulheres menores de 35 anos – a 2% para mulheres maiores de 45 anos.

Mais de um embrião é geralmente implantado de cada vez para aumentar as chances de sucesso, o que significa que a fertilização in vitro é significativamente mais provável de resultar em gestações múltiplas em comparação com a concepção natural.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.