Mortes no mundo ultrapassam barreira dos 180 mil entre mais de 2,6 milhões de infetados

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A pandemia do novo coronavírus já matou 181.234 pessoas e infetou mais de 2,6 milhões em todo o mundo desde dezembro, segundo um balanço da agência AFP, às 19:00 GMT de hoje, baseado em dados oficiais dos países.

De acordo com os dados recolhidos pela agência noticiosa francesa, até às 19:00 GMT (20:00 de Lisboa) de hoje, 2.602.670 casos de infeção foram oficialmente diagnosticados em 193 países e territórios desde o início da epidemia, em dezembro passado na província chinesa de Wuhan.

Contudo, a AFP alerta que o número de casos diagnosticados reflete apenas uma fração do total real de infeções, já que um grande número de países está a testar apenas os casos que requerem tratamento hospitalar. Entre esses casos, pelo menos 593.800 são hoje considerados curados.

Desde a contagem feita às 19:00 GMT de terça-feira, 5.576 novas mortes e 60.299 novos casos foram registados em todo o mundo.

Os países com mais óbitos são os Estados Unidos, com 1.105 novas mortes, o Reino Unido (759) e a França (544).

Os Estados Unidos, que tiveram a sua primeira morte ligada ao coronavírus no início de fevereiro, são o país mais afetado do mundo em termos de mortes e de casos, com 45.950 óbitos em 835.316 casos.

Pelo menos 76.070 pessoas foram declaradas curadas pelas autoridades de saúde norte-americanas.

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são a Itália, com 25.085 mortes em 187.327 casos, a Espanha, com 21.717 mortes (208.389 casos), a França, com 21.340 mortes (155.860 casos) e o Reino Unido, com 18.100 mortos (133.495 casos).

A China (excluindo os territórios de Hong Kong e Macau), onde a epidemia começou no final de dezembro, contabilizou oficialmente um total de 82.788 casos (30 novos entre terça-feira e hoje), incluindo 4.632 mortes (nenhuma nova) e 77.151 recuperações.

A Europa totalizava às 19:00 GMT de hoje 112.855 mortes, para 1.261.757 casos, os Estados Unidos e o Canadá 47.973 mortes (875.112 casos), a Ásia 7.389 mortes (178.630 casos), o Médio Oriente 5.902 mortes (137.642 casos) , a América Latina e no Caribe 5.797 óbitos (116.131 casos), África 1.223 mortes (25.461 casos) e a Oceânia 95 (7.942 casos).

Essa avaliação foi realizada usando dados coletados pelos escritórios da AFP das autoridades nacionais competentes e informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Angola regista neste momento 25 casos positivos de covid-19 dos quais, 2 resultaram em mortes, 6 recuperados e 17 casos activos, internados numa unidade hospitalar de referência.

O caso recente, trata-se de uma cubana 57 anos de idade, técnica de estatística que chegou ao país no dia 10 abril.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.