Bispo que disse que deus é maior que vírus morreu de covid-19

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Um bispo americano, Gerald Glenn, de 66 anos morreu após contrair o coronavírus.

Bispo da Igreja Evangélica da Nova Libertação, fundada por si mesmo em 1995, desafiou as regras de distanciamento social dizendo que só deixaria de pregar se estive preço ou no hospital.

O homem de 66 anos rejeitou publicamente as diretrizes do governo americano para evitar a realização de grandes cultos religiosos durante a pandemia de coronavírus.

Num vídeo publicado nas redes sociais no dia 22 de março, mostra o bispo dirigindo-se à sua congregação e disse:

“Acredito firmemente que Deus é maior que esse temido vírus”.

No dia 4 de abril a sua filha, Mar-Gerie Crawley, postou um vídeo anunciando que o bispo e sua esposa, Marcietia Glenn, tinham testado positivo com covid-19.

No dia 12 Abril o bispo Gerald Glenn foi declarado morto vítima do covid-19.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.