Milhares de habitantes do bairro Mundial sem água potável

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Mais de 60 mil habitantes do bairro Mundial, distrito do Morro dos Veados, município de Belas, estão com dificuldades em obter água potável para o consumo.

A dificuldade que se regista na localidade deve-se a  inexistência de um sistema canalizado de distribuição e o difícil acesso a circunscrição.

De acordo com o coordenador da Comissão de Moradores do sector do Jacaré,   Zeferino José, que avançou a informação à ANGOP, a população, para conseguir água, paga, por uma cisterna de 10 mil litros, o valor de 20 mil kwanzas, ou em recipiente de 50 litros a 100 kwanzas.

Apelou as autoridades administrativas do município a fazer chegar as populações a água gratuita distribuída pela Empresa Pública de Água de Luanda (EPAL), no âmbito da prevenção a doença.

Por seu turno, uma fonte do grupo técnico da administração distrital reconheceu ser crítica a situação a nível do abastecimento de água à população do bairro Mundial, agravada pelo difícil acesso, principalmente quando chove.

A mesma fonte deu a conhecer que as autoridades vão adoptar medidas urgentes fazer chegar a água aos habitantes.

Na semana finda, o empresário  Bento Kangamba levou ao local 28 camiões cisternas de 20 mil litros, cada,  para suprir a carência das populações  da circunscrição.

A acção do empresário surgiu em resposta ao clamor da população e ao apelo das autoridades para a necessidade de se prestar o apoio a população nesta fase.

Com o mesmo propósito esteve com 18 camiões cisternas de 20 mil litros cada, no bairro da Boa Fé, no município de Viana.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.