Mais de 160 mil mortos em todo o mundo — balanço AFP

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A pandemia de covid-19 já fez mais de 160 mil mortos em todo o mundo e cerca de dois terços dessas mortes ocorreram na Europa, de acordo com um balanço feito pela agência France-Presse (AFP) pelas 10:40.

De acordo com várias fontes oficiais espalhadas por todo o mundo, estavam registadas 160.502 mortes em todo o mundo associadas à pandemia de covid-19, das quais 101.398 na Europa, o continente mais afetado.

Em termos de número de casos de infeção, a AFP contabilizou 2.331.318 casos, dos quais 1.151.820 foram registados no continente europeu.

Os Estados Unidos são o país que regista maior número de mortes (39.090), à frente da Itália (23.227), a Espanha (20.453), a França (19.323) e o Reino Unido (15.464).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Para combater a pandemia, os governos mandaram para casa 4,5 mil milhões de pessoas (mais de metade da população do planeta), encerraram o comércio não essencial e reduziram drasticamente o tráfego aéreo, paralisando setores inteiros da economia mundial.

Face a uma diminuição de novos doentes em cuidados intensivos e de contágios, alguns países começaram a desenvolver planos de redução do confinamento e em alguns casos, como Dinamarca, Áustria ou Espanha, a aliviar algumas das medidas.

Em Angola, morreram 2 pessoas das 24 casos positivos registados.

Das pessoas infetadas 6 foram dadas como curadas, das quais 2 receberam alta médica e 16 continuam hospitalizados num dos hospitais de referência da capital.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.