Pelo menos 30 mortos devido a inundações na República Democrática do Congo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

As chuvas fortes que se fazem sentir desde quinta-feira na República Democrática do Congo provocaram, até agora, pelo menos 30 mortes e cerca de 3.500 desalojados, avançam as fontes oficiais

Numa altura em que ainda decorrem os trabalhos de socorro, o balanço provisório apontado à agência EFE por Theo Ngwabidje, governador de Kivu do Sul, dá conta de cerca de três dezenas de mortos e mais de três milhares de desalojados.

Na província de Kivu do Sul, a chuva que caiu durante a noite de quinta-feira fez transbordar o rio Mulungwe, provocou o aumento do nível das águas do lago Tanganica, inundando a localidade de Uvira, com quase 380 mil habitantes (dados de 2012).

O governador da província adiantou que o Governo da República Democrática do Congo fez chegar uma equipa à zona afetada, que irá avaliar a situação.

Num país com uma população que se estima que terá cerca de 86 milhões de habitantes (2016), Kivu do Sul conta com cerca de seis milhões de pessoas.

A província de Kivu do Sul é uma das 26 províncias congolesas e faz fronteira, a este, com o Ruanda, o Burundi e a Tanzânia, a norte, com a província de Kivu do Norte, a sul, com Catanga e, a oeste, com Maniema.

Uvira é uma das três principais cidades de Kivu do Sul, juntamente com Baraka e Bukavu, a capital da província.

Fonte: Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.