Covid-19: Governo corta vôos excepcionais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A Comissão Multissectorial para Prevenção e Combate à Covid-19 anunciou nesta terça-feira o fim dos vôos excepcionais, após três dias de levantamento da cerca sanitária, nesta segunda fase do Estado de Emergência no país.

O comunicado, chegado à Angop, indica que, durante às 48 horas do levantamento da cerca sanitária (sábado e domingo), a título excepcional, foi realizada uma ponte aérea a Cabinda, para permitir o regresso dos cidadãos às suas áreas de residência e posteriormente prorrogado por mais 24 horas, num esforço conjunto de vários sectores do Executivo.

Esta acção, aponta o informe, possibilitou que fossem transportados mais de 1300 passageiros de Luanda para Cabinda e vice-versa. Estavam, inicialmente, previstos 80.

Por este facto, a Comissão Multissectorial para Prevenção e Combate à Covid-19 apela à compreensão de todos cidadãos, no sentido de acatarem as medidas, sobre o Estado de Emergência, visando o alcance dos melhores resultados face à pandemia que se vive, preservando-se a paz social, a estabilidade e a segurança nacional.

A cerca sanitária voltou a vigorar nesta terça-feira (14), em todo o país, no quadro da segunda fase do Estado de Emergência, decretado pelo Presidente da República.

Com essa medida, que termina às 23h59 do dia 25 deste mês, fica proibida a circulação de pessoas, ou seja, ninguém entra e ninguém sai da província em que se encontra.  

A cerca sanitária havia sido levantada pelo Governo, a 11 de Abril, para permitir o regresso (dias 11, 12 e 13 de Abril) de todos os cidadãos que estavam fora das suas zonas de residência, desde o início da primeira fase do Estado de Emergência, 27 de Março último.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.