Tchizé dos Santos admite estar “fugida” e que não abrirá mão do seu assento no parlamento

A deputa e filha do antigo presidente da República, Tchizé dos Santos, admitiu nesta quarta-feira (08) numa mensagem áudio divulgada na  rede social whatsap, estar “fugida” e que não assinará “voluntariamente o pedido de suspensão do seu mandato de deputada no parlamentar”.

Segundo fontes próximas ao assunto, a mensagem áudio foi dirigida ao seu colega deputado do MPLA, João Pinto, que reencaminhou para o presidente do grupo parlamentar do MPLA, Américo Cuononoco que por sua vazou para fora do grupo.

Segundo Tchizé dos Santos, está fugida, desde que raptaram dentro de um avião um deputado, fazendo menção ao também deputado do MPLA e antigo ministro da Comunicação Social de Angola, Manuel António Rabelais, impedido de sair do país no dia 24 de Janeiro do ano em curso, quando se preparava para embarcar no voo DT 652 com destino a Lisboa, Portugal.

“Se o MPLA quer que eu diga verdade ao povo, eu digo a verdade ao povo. Estou aqui fora fugida, desde que raptaram dentro de um avião em território internacional um deputado, desde que inventaram, publicaram em documentos da justiça angolana, acusações falsas ao meu respeito”, disse.

No mesmo áudio a deputada disse que “Ninguém pode ser coagido a ficar fora (do país) sob ameaça e depois , ser coagido a assinar voluntariamente o pedido de suspensão”. Tchizé reagia à uma carta endereçada pela bancada parlamentar do MPLA que a orientava a suspender o seu mandado de deputado na Assembleia Nacional.

“Estou fora involuntariamente, logo não vou a assinar voluntariamente o pedido de suspensão para qual fui empurrada, encurralada a ficar fora do pais com ameaças e intimidações”, respondeu. Aparentemente desiludida com alguma situação no interior do MPLA, Tchizé dos Santos que ultimamente tornou popular nas redes sociais enviou um recados a alegados detratores: “Os meus carrascos que tirem a mascara e acabem de fazer o trabalho . Pelo menos sabemos quem é quem. Pelo menos não vencem no silêncio”

Partilhe