Idoso de 66 anos de idade graduado na UAN

Lusa

Partilhe

Um idoso de 66 anos de idade viu concluído, nesta sexta-feira, em Luanda, “o sonho” de se licenciar na Universidade Agostinho Neto (UAN), após a recepção do diploma em gestão financeira.

O idoso consta de uma lista de mil 721 formandos que a UAN colocou, nesta sexta-feira, à disposição do mercado de trabalho.

Após várias interrupções dos cursos e uma longa história de peripécias, João Matias Brás tornou-se no mais recente técnico superior no país.

Formados pelos Faculdades de Economia, os dois idosos partilham também a vontade de dar continuidade ao processo de formação, com o intuito de alcançarem o mestrado nas respectivas áreas.

Satisfeito com o concretizar do objectivo preconizado, João Matias Brás destacou, em declarações à Angop, a determinação, perseverança e força de vontade.

Sublinhou que pretende continuar para atingir o mestrado, com o intuito de contribui para o desenvolvimento do país, não obstante a sua idade.

“Não tenho intenções de morrer com os conhecimentos que aprendi só para mim,   mas sim transmitir também aquilo que aprendi aos outros”, realçou o também docente.

Aconselhou os jovens a ver na formação como uma direcção  para do progresso, pois o país precisa de pessoas com formação e conhecimentos, de forma a alavancar a economia.

Já o formando Wilson Ventura  Francisco, que se licenciou em economia, considerou ter cumprido uma missão enquanto estudante, mas que não significa o fim da superação. Para ele, as suas  ambições e intenções não terminam por aqui e a meta é atingir outros patamares  académicos.

Afirmou que a juventude não deve encarar o ensino como pedra no sapato, mas como a única via para alcançar o sucesso.

A Faculdade de Letra colocou no mercado 340, a de Ciência 237, Direito 107,   Economia 284,   Engenharia 112, Ciências Sociais 299, Escola Superior de Hotelaria 3, Medicina 89 e INCISA 159.

A Faculdade de Ciências Sociais apresentou ainda 8 mestres, a Faculdade de Ciência 11, Direito 17, Engenharia 1, de Letras 4, e de Economia 23 mestres.

Facebook Comments

Partilhe