SADC estima que países afetados pelo ciclone precisam de 287 milhões de euros

Lusa

Partilhe

A Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) anunciou hoje que Moçambique, Malaui e Zimbabué necessitam de 323 milhões de dólares (287 milhões de euros) para recuperar da passagem do ciclone Idai, em março.

A estimativa consta no apelo humanitário formal à comunidade internacional, lançado hoje pela organização em Windhoek, capital da Namíbia, em que a SADC aponta que o ciclone Idai terá afetado perto de três milhões de pessoas nos três países.

No seu apelo, a SADC assinala que o apoio dos dadores é necessário para “responder à crise de forma eficaz, prestar assistência humanitária com urgência” e alcançar cinco objetivos estratégicos.

Facebook Comments

Partilhe