Em Angola “tenho mais medo dos polícias do que dos ladrões” — José Eduardo Agualusa

Lusa

Partilhe

O escritor angolano José Eduardo Agualusa assumiu hoje ter “mais medo dos polícias [angolanos] do que dos ladrões”, frase que considerou “sintomática” e que reflete o passado e ainda o presente em Angola.

Agualusa falava momentos após ter apresentado em Luanda, pela segunda vez em menos de quatro dias, o livro “A Sociedade dos Sonhadores Involuntários”, lançado em Portugal em maio de 2017, mas que só agora foi possível fazer na capital angolana, assumindo que a frase pertence a um personagem da obra, publicada numa altura em que José Eduardo dos Santos ainda era Presidente de Angola.

“Acho que essa é uma característica de qualquer pessoa que venha de um país do terceiro mundo. Sabemos que vimos de um país de terceiro mundo quando temos mais medo dos polícias do que dos ladrões, ou seja, da autoridade. Em países desenvolvidos, realmente desenvolvidos, como os países do norte da Europa, por exemplo, as pessoas não têm medo da autoridade. A autoridade é alguém em que se tem de confiar”, sustentou.

Facebook Comments

Partilhe