Cristiano Ronaldo minimiza lesão na coxa: “Não estou preocupado”

Partilhe

O astro Cristiano Ronaldo que deixou o campo sentindo dores nesta segunda-feira durante a partida com a Sérvia no Estádio da Luz em Lisboa (1-1) pelas eliminatórias da Eurocopa-2020, se mostrou confiante em relação à contusão na coxa direita.

“Não estou preocupado com isso, eu conheço o meu corpo, e quem anda na chuva é para se molhar. Sei que devo voltar bem dentro de uma ou duas semanas” tranquilizou o astro, cuja equipe, a Juventus, disputará a partida de ida das quartas de final da Liga dos Campeões na Holanda diante do Ajax.

Aos 31 minutos, com os sérvios vencendo os atuais campeões europeus por 1 a 0, o craque sentiu uma pontada no músculo da coxa durante uma corrida, e em seguida fez sinais pedindo para deixar o campo.

O jogador de 34 anos havia recebido um lançamento em profundidade de Rafa Silva e sentiu a dor quando tentava evitar que a bola saísse. Mas depois de alguns metros, parou de correr, começou a mancar e deitou fora do campo perto da bandeirinha de escanteio para ser atendido.

Cristiano Ronaldo voltou à seleção na última sexta-feira após nove meses de ausência, com um empate em zero a zero também em Lisboa, contra a Ucrânia.

O atacante, cinco vezes vencedor da Bola de Ouro foi substituído pelo meio-campo do Benfica, Pizzi (31).

AFP / PATRICIA DE MELO MOREIRAA seleção portuguesa empatou o jogo com um chute de Danilo Pereira 

Mas minutos depois da saída de Cristiano Ronaldo, a seleção portuguesa não se deixou abater e conseguiu empatar com uma bomba de Danilo Pereira.

Após a partida o craque comentou o resultado na zona mista. “A equipe fez de tudo para ganhar. Dominamos, criamos oportunidades, mas quando a bola não quer entrar não há nada a se fazer”.

O técnico sérvio Mladen Krstajic, minimizou o impacto da saída de CR7 sobre empate. “Esperávamos um Portugal forte e bem organizado. Acho que a lesão de Cristiano Ronaldo não só abalou Portugal mas também a minha equipe porque tivemos de mudar a forma de jogar. Portugal perdeu um jogador importante, mas temos de lembrar que também tivemos um lesionado”.

Apesar de mais um empate em casa, o técnico português Fernando Santos se mostrou otimista: “Não é o melhor momento, como vimos. Temos dois pontos, mas esta equipe tem talento, qualidade, coragem e acredita que pode vencer os seis jogos restantes, incluindo as partidas na Sérvia e na Ucrânia”, afirmou após a partida.

Facebook Comments

Partilhe