Governo angolano reforça ajuda humanitária as populações afetadas em Moçambique

Lusa

Partilhe

O Governo angolano enviou hoje o quarto voo com cerca de 52 toneladas de medicamentos e material gastável, para a cidade da Beira, em Moçambique, para acudir as populações afetadas pelo ciclone Idai, que causou pelo menos 447 mortos.

Segundo a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, que falava, hoje, em conferência de imprensa, em Luanda, a ação enquadra-se na “missão humanitária e de solidariedade” de Angola, naquele país desde 22 de março, para “atenuar a situação crítica”.

“Porque de facto o cenário que encontramos é bastante crítico, tivemos ocasião de sobrevoar a cidade da Beira, um cenário de grande destruição e ainda continuava a haver pessoas penduradas nas árvores, por cima de residências”, disse.

Facebook Comments

Partilhe