Isabel sem hipóteses de voltar a ser PCA da Unitel com Oi e Sonangol com maioria no CA

Partilhe

A PT Ventures (PTV), subsidiária da brasileira Oi, e a MSTelcom, pela Sonangol, nomearam três dos cinco administradores do novo Conselho de Administração da Unitel, que toma posse até dia 6 de Maio, apesar de deterem apenas 50% do capital da operadora de telecomunicações (cada uma com 25% das acções da Unitel), segundo o Expansão que cita uma fonte próxima do processo, um acordo entre accionistas prevê que a PTV nomeie a maioria dos administradores, bem como o director-geral. Neste cenário, Isabel dos Santos terá de abandonar a presidência conselho de administração.

A Sonangol tem vindo a exigir, desde algum tempo atrás, a alteração da estrutura do conselho de administração da Unitel. No quadro actual, a Sonangol com a ajuda da PT Ventures vai finalmente poder tirar Isabel dos Santos da presidência do conselho da administração da Unitel.

A estrutura actual do conselho de administração da Unitel é composto por (dois antigos administradores) Isabel dos santos, em representação à si mesma (detém 25% das ações), Amilcar Frederico Safeca, em representação ao general Leopoldino do Nascimento “Dino” (que detém 25% das ações), e três novos membros Miguel Geraldes (novo director-geral) e Luiz Rosa, ambos em representação à PT Ventures (que também detém 25% das ações) e João Boa Francisco em representação à Sonangol (que detém também 25% da ações).

No quadro actual Isabel dos Santos com único voto tem poucas chances de ver-se nomeada novamente para o cargo de PCA da Unitel, mesmo com o voto de general Dino, que segundo alguns analistas, votará contra a manutenção de Isabel dos Santos no cargo de PCA da Unitel para ganhar alguma simpatia por parte de João Lourenço.

Facebook Comments

Partilhe