Burkna Faso: Vinte e oito toneladas de produtos farmacêuticos ilícitos apreendidos no país

Partilhe

De acordo com a PANA, a operação foi levada a cabo conjuntamente pela Polícia, pela Alfândega e pelo Ministério da Saúde, através da Agência Nacional da Regulação Farmacêutica (ANRP).

Segundo a representante da ANRP, Gampini Sandrine Estelle Kouassi, o consumo desses produtos constitui um verdadeiro perigo para as populações.

Para ela, este consumo expõe as populações a doenças tais como as insuficiências renais, as doenças metabólicas e resistências aos antibióticos.

Segundo o delegado principal da Polícia, Boukary Traoré, a operação foi levada a cabo, em Ouagadougou, de 29 de Janeiro a 02 de Fevereiro de 2019.

“Todas as formas terapêuticas foram atingidas pelo fenómeno, incluindo as vacinas e os medicamentos injectáveis”, sublinhou numa nota de informação do Ministério da Saúde.

Para o responsável da Polícia, a fraqueza, o pouco interesse pelo controlo dos medicamentos e a porosidade das fronteiras facilitam a circulação espacial dos medicamentos ilícitos.

Facebook Comments

Partilhe